Fale Conosco

Notícias

Alcaraz vira, faz mais uma semi e iguala marca de Nadal e Djokovic

Londres (Inglaterra) – Em duelo entre os últimos dois campeões do ATP 500 do Queen’s, o espanhol Carlos Alcaraz levou a melhor sobre Tommy Paul e encerrou a sequência de nove vitórias do norte-americano, que até saiu na frente e venceu o primeiro set, mas depois sucumbiu e levou a virada, caindo com o placar final de 5/7, 6/4, 6/2 e 6/2, em confronto de 3h14 de duração.

Terceiro espanhol a alcançar as semifinais de Wimbledon mais de uma vez, igualando as duas de Manolo Santana e ficando atrás apenas de Rafael Nadal que tem oito, Alcaraz terá agora pela frente o russo Daniil Medvedev, que um pouco mais cedo precisou de cinco sets para bater o número 1 do mundo Jannik Sinner de virada.

Será a sétima vez que Alcaraz e Medvedev medirão forças no circuito e a vantagem é do espanhol, com quatro vitórias e duas derrotas. Contudo, o russo leva a melhor no histórico em Grand Slam (2 a 1). O duelo será um tira-teima entre eles na grama do All England Club, onde se cruzaram duas vezes, com um triunfo para cada lado.

Alcaraz vai disputar sua sexta semifinal em Slam, igualando o treinador Juan Carlos Ferrero e David Ferrer como o terceiro espanhol que mais vezes chegou a essa fase, atrás apenas de Nadal (38) e Santana (8). Ele também igualou Andre Agassi, Borg, Novak Djokovic e Nadal, que também chegaram em seis semis antes de completar 22 anos, ficando atrás apenas das oito de Boris Becker e Mats Wilander.

Com altos e baixos, Paul larga na frente

Enfrentando Paul pela quinta vez, a primeira em Grand Slam e também sobre a grama, o jovem espanhol começou bem, teve quatro break-points no primeiro game e conseguiu uma quebra no terceiro, mas viu o norte-americano devolver o break logo em seguida. Depois disso, houve diversas chances de quebra para ambos os lados, mas a definição aconteceu apenas na reta final.

Paul perdeu quatro break-points no sexto game, salvou um no sétimo e mais dois no nono, quando o atual campeão de Wimbledon ficou perto de abrir 5/4 e saque. Contudo, quem levou a melhor no fim foi o norte-americano, que bateu o saque no 12º e último game para sair na frente no marcador.

Susto para o espanhol e virada iniciada

A recuperação do cabeça de chave número 3 acabou vindo, mas não antes sem um susto no começo do segundo set, em que Paul chegou a abrir 2/0 e saque. Só que Alcaraz reagiu prontamente e devolveu o break na sequência, empatando por 2/2. A partir de então ele foi cada vez mais consistente e deu menos brechas para o adversário norte-americano, que perdeu o saque no sétimo game e depois o set por 6/4.

O terceiro set começou com uma série de três quebras e o espanhol marcando 3/1. Os dois games seguintes foram de sofrimento para os sacadores, com Paul salvando cinco break-points no quinto e Alcaraz dois no sexto, até conquistar nova quebra no sétimo e em seguida confirmar para marcar 6/2 e finalmente liderar o placar pela primeira vez na partida.

Alcaraz engrena no fim e domina as ações

Com o placar favorável, o atual campeão no All England Club tomou as rédeas do jogo para si na quarta parcial. Ele não cedeu um break-point sequer para o norte-americano e obteve duas quebras consecutivas para sair de 0/1 e abrir 5/1. Paul lutou até o final, mas não evitou sua terceira derrota em cinco jogos contra Alcaraz, que anotou sua quinta vitória seguida contra rivais do top 20.

Apesar do começo irregular, Alcaraz mostrou firmeza na maior parte do embate, tanto que acabou com 15 bolas vencedoras a mais do que o oponente (36 a 21) e com 14 erros não forçados a menos (37 a 51). Ele também teve desempenho superior com o saque, vencendo 65% dos pontos em seus games de serviço contra 54% de Paul.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *