Fale Conosco

Notícias

Atlético vence Real Madrid na prorrogação e vai às quartas da Copa do Rei; Barça também avança

O Atlético de Madrid se classificou para as quartas de final da Copa do Rei ao vencer nesta quinta-feira (18) o Real Madrid por 4 a 2 na prorrogação, se vingando da recente derrota sofrida nas semifinais da Supercopa da Espanha.


Um gol de Samuel Lino colocou o Atlético na frente (39′), mas Jan Oblak marcou contra pouco antes do intervalo (45’+1) deixando tudo igual.


No segundo tempo, Álvaro Morata fez 2 a 1 para o ‘Atleti’ (57′) e Joselu voltou a empatar na reta final (82′) mandando o jogo para a prorrogação, na qual o francês Antoine Griezmann (100′) e Rodrigo Riquelme (119′) garantiram a classificação para os ‘colchoneros’.




O gol foi a cereja do bolo para o francês, que no início da partida havia sido homenageado ao se tornar o maior artilheiro de todos os tempos do Atlético de Madrid, agora com 175 gols.


“Os rapazes deram o seu coração, interpretamos o jogo muito bem e conseguimos uma vitória muito importante”, disse o técnico do Atlético, Diego Simeone.


Os ‘rojiblancos’ conseguiram assim eliminar o atual campeão da Copa do Rei e compensar a dura derrota por 5 a 3 sofrida há uma semana na semifinal da Supercopa da Espanha diante do grande rival.


O Real Madrid manteve a sua maldição particular no Metropolitano, onde sofreu as duas únicas derrotas desta temporada.


“Eles deram tudo de si. Não tenho do que reclamar”, disse o treinador merengue, Carlo Ancelotti, após o jogo.


 


– Atlético abre o placar –


 


O Atlético entrou em campo com intensidade diante de sua torcida, pressionando a saída de bola do Real Madrid, que multiplicava os passes longos para Vinicius, Rodrygo e Jude Bellingham para tentar superar o assédio dos anfitriões.


O inglês teve a chance de colocar sua equipe na frente com um disparo que acertou a trave (5′).


O Real Madrid foi aos poucos afastando a pressão do Atlético com contra-ataques rápidos.


Oblak brilhou ao defender um chute praticamente à queima-roupa de seu companheiro José María Giménez ao tentar afastar e voltou a aparecer ao defender um disparo de Vini Jr. que havia recuperado o rebote (20′).


Os ‘rojiblancos’ tentaram responder aos ataques ‘merengues’ com outras transições rápidas, transformando a partida numa troca de golpes em qual o Atlético acabou aproveitando.


Rodrigo de Paul colocou a bola na área, Antonio Rüdiger desviou mal e a bola sobrou para Lino que chutou na saída de Andriy Lunin (39′).


O Atlético estava na frente, mas nos acréscimos do primeiro tempo, Oblak saiu do gol e desviou mal uma bola na área, que foi parar na própria baliza (45’+1).


A partida seguiu o mesmo roteiro após o intervalo com os dois times tentando pressionar a saída do adversário, mas o Atlético foi o primeiro a encontrar o gol.


 


– Griezmann brilha –


 


Morata aproveitou uma bola perdida após um cruzamento para a área colocando o time ‘rojiblanco’ novamente na frente no placar (57′).


Com a vantagem, o Atlético recuou, facilitando a chegada do Real Madrid, que partiu em busca do empate.


Rodrygo deu um aviso com um chute na trave (76′) e logo depois Joselu, que havia acabado de entrar no lugar de Rodrygo (80′), desviou de cabeça um passe de Bellingham sozinho na segunda trave para deixar tudo igual (82′) e levar o jogo para a prorrogação.


No tempo extra, Griezmann desempatou quase sem ângulo, após avançar em velocidade (100′).


O Real Madrid partiu com tudo em busca do empate, mas só serviu para Rodrigo Riquelme aproveitar os espaços deixados e marcar o quarto gol, garantindo a classificação (119′).


“Poderíamos ter feito melhor quando o jogo estava empatado. Tivemos o controle, não precisávamos forçar as jogadas e fizemos isso. Essa foi a chave”, lamentou Ancelotti.


 


– Barça sofre mas se classifica –


 


Mais cedo o Barcelona levou um susto diante do Unionistas de Salamanca, mas acabou se classificando para as quartas de final da Copa do Rei ao vencer o modesto time da terceira divisão espanhola de virada por 3 a 1.


Os donos da casa abriram o placar com um belo chute de primeira de Álvaro Gómez (31′), mas quase no intervalo Ferran Torres empatou para o Barça (45′).


No segundo tempo Jules Koundé fez 2 a 1 (69′) e Alejandro Balde fechou o placar, garantindo a classificação para os ‘blaugranas’ (73′).


“Sofremos. O gol deles foi um golaço e dificultou as coisas para nós. Mas a equipe ganhou confiança e moral”, disse o técnico do Barça, Xavi Hernández, na coletiva de imprensa.

Veja também

Sport x Santa Cruz deste sábado (20) contará com 666 policiais militares na operação do jogo

Policiamento

Sport x Santa Cruz deste sábado (20) contará com 666 policiais militares na operação do jogo

Clássico das Multidões dos tabus: Sport nunca venceu na Arena e Santa tem três anos de jejum

Clássico das Multidões

Clássico das Multidões dos tabus: Sport nunca venceu na Arena e Santa tem três anos de jejum

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *