Fale Conosco

Notícias

Dia 20, festa litúrgica do padroeiro do Rio de Janeiro, São Sebastião

Festa de São Sebastião do Rio de Janeiro: “A Oração é a fortaleza de São Sebastião”. Cardeal Tempesta: “um dia de alegria e júbilo para a nossa arquidiocese e cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro”.

Cardeal Orani João, Cardeal Tempesta, O. Cist. – arcebispo metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ

No dia 20 de janeiro celebramos a festa litúrgica de nosso padroeiro, São Sebastião, que neste ano de 2024, tem como tema: “A Oração é a fortaleza de São Sebastião”. Um dia de alegria e júbilo para a nossa arquidiocese e cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. Neste ano, o dia 20 de janeiro cai num sábado, e é feriado e dia santo na cidade. O Dia de São Sebastião, para nós munícipes da cidade do Rio de Janeiro, não é um feriado comum, mas dia de agradecer a São Sebastião por nos ter protegido ao longo do ano que passou e pedir sua intercessão para o ano que se inicia.

Por isso, podemos descansar e curtir com a família por ser feriado, mas não deixar de participar dos festejos de nosso padroeiro. Temos a alegria de celebrar o nosso padroeiro logo no início do ano, após os festejos do Natal e Ano Novo, e com isso temos a oportunidade de pedir a intercessão de São Sebastião ao longo do ano, pedindo que ele nos livre das epidemias, pestes, fome e guerras.

Somos chamados a ser discípulos missionários de Jesus Cristo nos dias de hoje, testemunhas fiéis do Senhor do mesmo modo que foi São Sebastião. O nosso padroeiro foi um grande evangelizador junto aos outros militares e uma presença importante junto àqueles que eram presos pelo império romano. São Sebastião defendeu a fé até as últimas conseqüências e devemos ter em nosso coração a mesma atitude. Viver com coragem o nosso batismo e não ter medo de evangelizar os irmãos. Vivemos em um tempo que precisa urgentemente do anúncio de Jesus Cristo e de paz e só conseguiremos a paz por meio do anúncio do Evangelho. Que cada um de nós possa anunciar o Evangelho de Cristo onde estiverem.

Paróquia Imaculada Conceição

Paróquia Imaculada Conceição

Solidariedade com quem sofre

Recentemente, a nossa cidade e região sofreu com as chuvas e suas consequências nas vidas do nosso povo. Infelizmente muitas famílias perderam tudo e tiveram que ser abrigadas em locais públicos, além de perder tudo o que tinham. A Caritas Arquidiocesana, as paróquias das regiões atingidas, a ação social do Cristo Redentor promoveram uma ação do bem para ajudar quem perdeu tudo e vimos a solidariedade fraterna do nosso povo. Peçamos ao nosso padroeiro São Sebastião que interceda por todas as famílias e que nossa cidade possa se recuperar o mais rápido possível desse caos que sofreu. Que as autoridades responsáveis possam encontrar caminhos para solucionar o momento presente e evitar outros acontecimentos desse tipo no futuro.

Apesar de tudo o que acontece, sejam catástrofes, violência, coisas boas ou ruins, temos que amar nossa cidade e cuidar dela, pois se nós que moramos aqui não a amarmos, quem irá? Todas as cidades têm seus problemas, e a nossa não é diferente. Tenhamos gosto de morar aqui e de convidar as pessoas a virem aqui. São Sebastião está intercedendo por nós.

Cardeal Tempesta abençoa uma criança

Cardeal Tempesta abençoa uma criança

Trezena de São Sebastião

Em preparação a festa litúrgica no dia 20 de janeiro, realizamos de 7 a 19, isto é, durante 13 dias, a Trezena de São Sebastião. Como tem acontecido em todos os anos, desde 2010, queremos fazer crescer ainda mais a devoção ao padroeiro de nossa cidade. A cidade do Rio de Janeiro leva o nome de seu padroeiro, ou seja, chama-se cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, mas todos abreviam e é mais fácil dizer apenas: Rio de Janeiro ou apenas “Rio”.

Ao longo da Trezena de São Sebastião visitamos casas, morros, bairros e diversas comunidades. Durante a Trezena pedimos, sobretudo, que São Sebastião interceda por todos nós a Deus para que derrame a paz sobre essa cidade.

QG do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro

QG do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro

Ano da Oração

O tema da Trezena e Festa de São Sebastião deste ano de 2024 contempla a oração por conta de que a Igreja vive esse ano o “Ano da Oração”, em preparação ao jubileu que será vivido no ano de 2025. Através da oração perseverante, São Sebastião alcançou muitas graças, inclusive na hora do martírio. Por meio da oração e da fé, São Sebastião evangelizou aqueles que eram presos e perseguidos pelo Império Romano. Que todos nós possamos ser perseverantes na oração a exemplo de São Sebastião, e através da fé superarmos todos os obstáculos e dificuldades.

São Sebastião dava testemunho com a vida, e em nenhum momento negou a fé em Jesus Cristo. Do mesmo modo, cada um de nós é chamado para a missão, cabe a nós dar o sim a Deus e testemunhar para as pessoas a fé que professamos em Cristo. Sejamos testemunhas do Senhor em nossa casa, comunidade, trabalho e escola. Que ao longo dessa Trezena possamos formar grupos de oração em nossas comunidades, bairros, entre os vizinhos, e rezar com a Trezena de São Sebastião. E ainda, acompanhar a programação da Trezena e, se puder, participar onde ela estiver acontecendo.

Mercadão de Madureira

Mercadão de Madureira

Sínodo sobre as Missões

A nossa Arquidiocese de São Sebastião vive o Sínodo sobre as Missões  e Trezena de São Sebastião acaba sendo uma missão popular, pois percorremos ao longo dos 13 dias diversos pontos de nossa cidade, e onde a imagem peregrina chega, a paz, a fé, o amor entre todos também chega. Quando a imagem chega, é uma oportunidade de anunciarmos o Evangelho de Jesus Cristo e podemos converter muitos corações. Todos os fiéis se unem num mesmo objetivo, pedir a intercessão de São Sebastião por toda a população da cidade.

É bonito de ver ao longo da Trezena de São Sebastião as expressões de fé e a devoção popular do povo. Por meio dessa missão popular que realizamos muitos corações se aproximam de Deus e confiam as suas necessidades ao nosso santo padroeiro.

Nos dias atuais, somos convidados a seguir os passos de São Sebastião e ser mensageiros do Evangelho. Que possamos anunciar a Palavra e fortalecer a fé daqueles que estão doentes, acamados, encarcerados, daqueles que vivem em situação de rua, enfim, somos chamados a anunciar o Evangelho em toda e qualquer situação. Sejamos profetas nos dias de hoje, sal na terra e luz no mundo.

Programação

No Dia de São Sebastião teremos muitos eventos, mas os principais arquidiocesanos serão: missa às 9h da manhã na Basílica Santuário de São Sebastião, na Tijuca, e às 16h a procissão arquidiocesana pela cidade, desde a Basílica Santuário até a Catedral Metropolitana. Na chegada teremos o Auto de São Sebastião diante da Catedral e, em seguida, a solene celebração Eucarística. Participe desses momentos, você e sua família pedindo paz, saúde, proteção e emprego. São Sebastião é um santo popular aqui no Rio de Janeiro, mas a partir de nossa devoção a ele aqui na arquidiocese, o Brasil inteiro passará a conhecê-lo melhor.

Quem foi São Sebastião?

São Sebastião nasceu em Narbonne, na França, seus pais eram oriundos de Milão, na Itália, do século terceiro. São Sebastião sempre foi, desde cedo, muito generoso, buscando ajudar os seus irmãos. Recebeu o batismo e zelou veementemente por ele. Entrou para o serviço do Império Romano e fez parte do exército, devido ao seu vigor físico e saúde boa. Sem demorar muito tornou-se primeiro capitão da guarda do império. São Sebastião teve muita coragem, pois mesmo com o ambiente hostil ao cristianismo, ele anunciava Jesus Cristo aos presos e aos companheiros militares. Ele testemunhava Jesus Cristo sem precisar explicitar.

São Sebastião era defensor da fé e da Igreja, ouvia aqueles que eram presos e os consolava. Na verdade, São Sebastião colocava em prática aquilo que Jesus disse no Evangelho: “Estive preso e fostes me visitar”. São Sebastião defendeu e guardou os preceitos da fé até o martírio. São Sebastião nutria no coração essa certeza, defender a fé até as últimas conseqüências, e sabia que em algum momento poderia ser denunciado. E foi o que aconteceu, pois foi denunciado. Diante do imperador, ele se manteve firme e, com muita coragem, disse que era necessário denunciar as injustiças e o paganismo, e que era necessário anunciar Jesus Cristo.

O imperador não quis saber e furioso mandou prendê-lo num tronco e muitas flechadas sobre ele foram lançadas, até o ponto de pensarem que estava morto. Mas, uma mulher, esposa de um mártir, o conhecia, aproximou-se dele e viu que estava vivo, ela passou a cuidar de suas feridas. Após restabelecer a saúde, foi até o imperador e se apresentou a ele, pois queria o seu bem e de todo o império. Evangelizou e testemunhou Jesus Cristo por um determinado tempo, mas no ano de 288 foi martirizado brutalmente.

Celebremos, cheios de alegria e confiança em Deus, o Dia de São Sebastião, padroeiro de nossa cidade e de nossa arquidiocese. Tenhamos no coração a certeza de que somos discípulos e missionários do Senhor, e não hesitemos em anunciar a boa nova do Evangelho. Peçamos a São Sebastião paz para a nossa cidade e para cada um de nós e que entreguemos a ele esse ano que está iniciando.

São Sebastião encontrou sua fortaleza na oração, que assim seja também para todos nós.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *