Fale Conosco

Notícias

Djokovic elimina o ‘freguês’ Fritz nas quartas do Australian Open

Novak Djokovic está na semifinal do Australian Open 2024! O tenista sérvio, atual campeão do torneio, derrotou o americano Taylor Fritz por 3 sets a 1 nas quartas de final do Grand Slam australiano e encerrou a sessão diurna (disputada durante a madrugada do Brasil) da Rod Laver Arena, quadra central do Melbourne Park.

Número 1 do mundo, Djokovic ampliou a freguesia contra Fritz, que ocupa a 12ª posição da ATP. Foi o 9º encontro entre os tenistas no circuito, e o sérvio segue com 100% de aproveitamento. O americano de 26 anos conseguiu “roubar” apenas dois sets nesses 9 duelos contra o Novak, contando a partida de hoje. Foi a 3ª vitória de Djokovic sobre Fritz em um Grand Slam, todas elas nas quartas de final (Australian Open 2021 e US Open 2023).

O atual campeão do Aberto da Austrália, que tem transmissão de todas as quadras pela ESPN no Star+, ainda alcançou mais uma marca impressionante. Com o triunfo sobre o americano, Djokovic agora tem 700 vitórias em quadras duras, apenas Roger Federer, com 783, tem mais jogos vencidos nessa superfície desde o início da Era Aberta em 1968.

A derrota de Fritz tem um sabor amargo não só para o tenista como para o tênis dos Estados Unidos de uma forma geral. Além do jogador nascido da Califórnia não conseguir quebrar seu jejum contra Djokovic, a seca de títulos de major de um tenista homem americano também continua. A última vez que um estadunidense venceu um Grand Slam masculino nas simples foi em 2003 no US Open quando Andy Roddick levantou o troféu. Esse é o maior jejum da história do tênis dos EUA.

O 9º encontro entre Novak Djokovic e Taylor Fritz começou com um game “eterno”. O tenista americano precisou de 16 minutos para confirmar o serviço. Depois disso, o 1º set continuou equilibrado com Djokovic tendo 8 break points para quebrar o nº 12 do mundo, mas sem conseguir aproveitar nenhum deles. A parcial foi decidida apenas no tie-break, e o líder do ranking levou o 1º set com 7 a 3 após uma hora e 24 minutos.

play

0:47

Djokovic incendeia Australian Open com jogadaça para fechar 1º set contra Fritz; VEJA

Número 1 do mundo se recupera em duelo insano contra norte-americano

No 2º set, Fritz reagiu e conseguiu quebrar o saque do rival logo no 1º game da parcial. Com muito esforço e jogando muito, o americano conseguiu manter a vantagem e empatou a partida após fechar o set por 6 a 4 em 59 minutos.

Djokovic, no entanto, voltou para a partida voando e quebrou o serivço do “freguês” logo no começo do 3º set. O dono de 24 títulos de Slam elevou o nível, e Frtiz não conseguiu acompanhar. Com mais uma quebra no final da parcial, Novak levou o 3º set por 6 a 2 em 38 minutos com apenas um erro não forçado.

No 4º set, a partida voltou a ficar mais equilibrada, até que Djokovic aproveitou alguns erros não forçados de Fritz no 6º game e abriu 4 a 2. Então, o americano até devolveu a quebra no game seguinte, mas Novak conseguiu logo na sequência mais uma vez quebrar o americano. Depois de troca de quebras, não teve mais volta, o atual campeão fechou a parcial por 6 a 3 e venceu a partida em 3 horas e 45 minutos.

play

0:47

Gênio! Djokovic deixa Fritz sem reação com cruzada espetacular no Australian Open; VEJA

Veja o Australian Open pela ESPN no Star+

Com a vitória, Djokovic avança para a semifinal e agora espera o vencedor do duelo entre Andrey Rublev e Jannik Sinner, que se enfrentam ainda na manã desta terça-feira (23) com transmissão da ESPN do Star+. O tenista sérvio de 36 amplia também sua sequência de 33 triunfos no Australian Open e empata com o recorde do Slam na Era Aberta de Monica Seles nos anos 90. Entre os homens, Novak já é o recordista nesse quesito.

O atual campeão se classificou para sua 11ª semifinal da carreira do Aberto da Austrália e, toda vez que chegou até essa fase, terminou o Happy Slam com o título.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *