Fale Conosco

Notícias

Empoderando os municípios brasileiros para a transformação digital

possessória, digital, transformação digitalpossessória, digital, transformação digital
Crédito: Unsplash

Com o avanço da transformação digital, torna-se essencial que o setor público adote medidas e estratégias para modernizar a administração e aprimorar os serviços oferecidos aos cidadãos. Embora esse processo seja mais amplo na esfera municipal, devido às diversas realidades enfrentadas, ele traz consigo benefícios significativos, como a melhoria dos serviços, o engajamento da comunidade e o estímulo ao desenvolvimento econômico. No Brasil, por exemplo, a implementação de soluções digitais pode ajudar a enfrentar desafios comuns, como a burocracia excessiva e a falta de transparência.

Para alcançar tais objetivos, é fundamental não apenas investir em tecnologia, mas também promover uma nova mentalidade e cultura digital. Essa nova mentalidade inclui a adoção de práticas ágeis, a capacitação contínua dos funcionários e o incentivo à inovação, assegurando uma administração pública mais eficiente e centrada no cidadão.

O governo brasileiro, visando o avanço da transformação digital, estabeleceu em 2021 a Lei do Governo Digital, contendo diretrizes, normas e ferramentas para melhorar a eficácia. Os gestores devem efetivar essas medidas através da simplificação, inovação, digitalização e envolvimento dos cidadãos.

Além disso, o Brasil já se destaca como um dos países com um índice muito elevado de desenvolvimento em governo digital, segundo o “E-Government Survey 2022” (ONU). Isso evidencia que as iniciativas têm trazido benefícios tanto para a administração pública quanto para os cidadãos. O Brasil é um dos líderes no índice na América do Sul, apresentando perspectivas favoráveis para avançar rapidamente no desenvolvimento do E-GOV.

Transformação digital a nível municipal

A transformação digital não é apenas sobre tecnologia, é sobre melhorar a vida dos cidadãos. Os municípios devem, portanto, centrar seus esforços na criação de serviços digitais que sejam acessíveis, fáceis de usar e que atendam às necessidades reais da população. Isso pode incluir desde aplicativos para acesso a serviços públicos, como transporte e agendamentos de consultas médicas, até plataformas de participação cidadã, resultando em economias significativas de tempo e deslocamento.

Um exemplo que gosto de citar é a cidade de Albuquerque, no Novo México (EUA), que integrou um assistente de voz ao seu contact center comunitário, permitindo acesso aos serviços da cidade por voz e facilitando as interações para os moradores. Esse canal pode ser usado para solicitar informações ou relatar problemas ao governo municipal, como pichações para limpeza, buracos a serem preenchidos ou coleta de lixo perdida.

Além da transformação tecnológica, é essencial promover uma mudança cultural completa e capacitar adequadamente os funcionários públicos envolvidos. Programas de treinamento que oferecem certificações gratuitas em infraestrutura de nuvem, por exemplo, são fundamentais. Além disso, explorar rapidamente as potencialidades da inteligência artificial (IA) é crucial. A IA pode melhorar a análise de dados, automatizar processos e apoiar a tomada de decisões, garantindo uma administração pública mais eficiente e centrada no cidadão.

Com uma infraestrutura de nuvem escalável, é possível atender municípios de qualquer tamanho, proporcionando soluções adaptáveis e robustas. Destacam-se especialmente os provedores de IA, com ferramentas avançadas para o uso seguro de dados públicos. Suas soluções incluem políticas rigorosas de segurança cibernética e conformidade com regulamentos de proteção de dados, garantindo a proteção das informações dos cidadãos e a conscientização sobre os riscos de segurança.

Para alcançar uma verdadeira transformação digital, é fundamental, portanto, que os municípios brasileiros invistam em tecnologia, capacitação e uma mudança cultural abrangente. Já existem disponíveis soluções escaláveis e seguras para apoiar essa jornada, ajudando a criar uma administração pública mais eficiente e centrada no cidadão.

Os artigos publicados pelo JOTA não refletem necessariamente a opinião do site. Os textos buscam estimular o debate sobre temas importantes para o País, sempre prestigiando a pluralidade de ideias.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *