Fale Conosco

Notícias

Entrada Moradia Ceará: 10 mil famílias serão beneficiadas com subsídio de R$ 20 mil para financiamento do primeiro imóvel







4 de junho de 2024 – 13:59
#Entrada Moradia #famílias beneficiadas #financiamento #primeiro imóvel


Larissa Falcão – Ascom Casa Civil – Texto

Helene Santos – Casa Civil – Fotos


Estado vai investir R$ 200 milhões para contemplar famílias com renda mensal de até R$ 4.400; cadastro está disponível no site www.entradamoradia.ce.gov.br

As famílias cearenses que sonham com a casa própria agora têm o apoio do Governo do Ceará para a aquisição do primeiro imóvel. Nesta terça-feira (4), o governador Elmano de Freitas lançou, em Fortaleza, o programa estadual Entrada Moradia Ceará. A iniciativa vai conceder subsídios de R$20 mil para a entrada do imóvel financiado dentro das faixas 1 e 2 do Programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal.

O cadastro está disponível em www.entradamoradia.ce.gov.br. Saiba quais são critérios para participar:

– Ter renda bruta familiar de até R$4.400,00
– ter mais de 18 anos ou ser emancipado
– morar no Estado do Ceará há pelo menos 1 ano
– ter nascido no Brasil ou ser naturalizado
– estar adquirindo o primeiro imóvel
– ter avaliação inicial de crédito aprovada pela Caixa Econômica Federal

De acordo com o governador, o objetivo é contemplar, nessa primeira fase, 10 mil famílias, totalizando um investimento de R$ 200 milhões. “A partir de hoje é possível começar o processo para adquirir seu imóvel, que já está construído, disponível para venda. A Caixa Econômica está à disposição para fazer as simulações e o atendimento. O Estado do Ceará já está com dinheiro garantido para que, assim que a Caixa aprovar, depositar em favor da família R$ 20 mil para a entrada. A família vai poder fazer o planejamento da sua mudança do aluguel para a casa própria”, afirmou Elmano de Freitas.

Também participaram do lançamento o superintendente da Caixa Econômica no Ceará, João Ademar Bastos; o secretário das Cidades, Zezinho Albuquerque; o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará (Alece), Evandro Leitão; o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon-CE), Patriolino Dias de Sousa; entre outros.

Mais moradia e dignidade

O valor do Entrada Moradia Ceará é cumulativo com outros benefícios e recursos que o beneficiário tenha, como poupança, Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ou subsídio de até R$ 55 mil já concedido pela Caixa Econômica Federal para o Minha Casa, Minha Vida.

O superintendente da Caixa Econômica Federal no Ceará, João Ademar Bastos, falou da parceria para ampliar o acesso à moradia no estado. “É extremamente importante essa parceria da Caixa com o Governo do Ceará. Temos muita honra em poder participar desse programa”.

Em contrapartida à facilitação da entrada por parte do Governo do Ceará, as construtoras vão zerar os custos com o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e o registro do imóvel.

A iniciativa vai contribuir para reduzir o déficit habitacional no estado e gerar mais empregos no setor da construção civil. “Lembro quando a gente apresentou ao governador que R$ 8 bilhões de subsídios que viriam para o Norte e Nordeste voltavam porque as pessoas não podiam adquirir o sonho da casa própria por conta que não tinham o valor da entrada. Lembro bem a sensibilidade do governador”, destacou Patriolino Dias de Sousa, presidente do Sinduscon-CE, entidade parceira do programa.

Estudos do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) mostram que o programa vai representar R$ 1,6 bilhão na economia do Ceará. A expectativa é que sejam gerados cerca de 40 mil empregos diretos e indiretos.

O secretário das Cidades, Zezinho Albuquerque, também destacou: “Todo mundo sonha com a casa própria. Isso é cuidar das pessoas com moradia”.

O cadastro no Entrada Moradia também contempla mulheres em situação de violência e mães solo atípicas, que também atendam a outros critérios do programa.

Como vai funcionar

Os interessados devem acessar o site www.entradamoradia.ce.gov.br/ para conhecer os empreendimentos credenciados. Atualmente, estão cadastradas quase 7 mil unidades.

Após fazer a simulação de financiamento com um correspondente bancário ou funcionário da Caixa, os interessados podem se cadastrar no site do programa, enviar a documentação exigida e aguardar análise para a liberação do subsídio.

Todos os empreendimentos listados no Entrada Moradia são cadastrados na Caixa Econômica Federal, que faz a avaliação técnica e financeira, garantindo a segurança jurídica do cidadão que deseja comprar um imóvel com o benefício concedido pelo Governo do Ceará.

Após a aprovação da Caixa Econômica Federal, a Secretaria das Cidades, por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento da Habitação de Interesse Social (CDHIS), efetivará o cadastro dos interessados em participar do Programa, a fim de que tenha os seus dados validados e o pedido possa começar a ser analisado.




Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *