Fale Conosco

Notícias

Filho de Benedito Gonçalves, Felipe Brandão viraliza após mostrar itens de luxo; direita critica ministro do STJ


polêmica

Filho de Benedito Gonçalves viraliza e gera críticas ao ministro do STJ por “ostentação”. Direita utiliza caso para falar do relator do processo de inelegibilidade de Jair Bolsonaro




Notícia

X

Felipe Brandão, filho do ministro Benedito Gonçalves do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), viralizou nas redes sociais após aparecer em um vídeo no Tiktok. A situação mostrou o filho do ministro relator das ações de inelegibilidade contra o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em roupas de grife e joias caras. 

O caso ocorrido em Amsterdã, na Holanda, se popularizou após diversas pessoas criticarem o valor dos itens. 

FILHO DE BENEDITO GONÇALVES VIRALIZA E CRÍTICA SOBRE VALOR DE ROUPAS E JOIAS TAMBÉM CAI SOBRE MINISTRO

Felipe Brandão, apontado como filho do ministro do STJ Benedito Gonçalves, viralizou nas redes sociais após aparecer em um vídeo de uma série do influenciador Anthony Kruijver sobre as vestimentas das pessoas em locais públicos. Veja o vídeo: 

O filho de Benedito Gonçalves ganhou destaque pelos valores, já que o total aproximado de todas as roupas e acessórios utilizados por Felipe Brandão é de mais de R$ 1,2 milhão. Felipe Brandão é embaixador de marca de roupa e é empresário vinculado ao setor de moda. Confira os itens e seus valores aproximados, segundo o Poder360: 

  • Relógio Richard Mille RM 011: cerca de € 200 mil ( aproximadamente R$ 1,07 milhão)
  • Pulseira da Cartier: item de estilo aproximado é R$ 96.500
  • Tênis Air Force da Nike com a Louis Vuitoon: R$ 30.090
  • Jaqueta da Prada: estilo semelhante é € 2.560 (aproximadamente R$ 14.214)
  • Calça Denim Tears: R$ 1.583

A mochila da Dior não conseguiu ter o preço identificado, mas itens do tipo são revendidos por importadoras por quase R$ 2 mil

Após a viralização, pessoas alinhadas à direita, como o deputado Nikolas Ferreira (PL-MG) preferiram vincular a “ostentação” de Felipe com o ministro Benedito Gonçalves e até insinuar uma acusação grave de que o ministro do STJ teria ganhado recursos por aproximação ao governo Lula. Outros apenas apresentaram a desigualdade social do valor exorbitante, quando muitas pessoas não têm o que comer ou como pagar suas despesas básicas. 

Apesar de ter atuado no TSE ao longo de 2023, como a vaga no Tribunal Superior Eleitoral é rotativa, o ministro voltou a ser apenas do STJ em novembro. 

Sem citar o caso ou o ministro que foi relator dos casos de inelegibilidade de Jair Bolsonaro, Nikolas apenas falou “missão dada é missão cumprida, mas paga bem…” ao citar a frase que Benedito usou durante a diplomação do presidente Lula “missão dada é missão cumprida”. 

Enquanto outros criticaram o estilo de Felipe Brandão, outros apontaram que a reação exacerbada é um exemplo de racismo estrutural, já que um estilo de vida de luxos é padrão em muitas famílias de juízes e políticos e que esse choque com o custo dos itens seria porque o filho do ministro Benedito Gonçalves é negro. 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *