Fale Conosco

Notícias

Fórmula 1: Verstappen supera reviravoltas e vence o GP de Las Vegas

O piloto holandês Max Verstappen, campeão mundial de Fórmula 1 antecipadamente, venceu na madrugada deste domingo o GP de Las Vegas, nos Estados Unidos, ao superar em uma emocionante corrida o monegasco Charles Leclerc e o mexicano Sergio Pérez.

‘Checo’ Pérez se conformou com a terceira posição no pódio após ser ultrapassado por Leclerc na última volta, mas garantiu que terminará a próxima semana na segunda posição geral da temporada, o melhor resultado para um piloto mexicano na história da Fórmula 1.

Verstappen, companheiro de Pérez na Red Bull, superou inúmeras dificuldades nesta corrida de regresso da Fórmula 1 a Las Vegas, incluindo ao sofrer uma penalização de cinco segundos.

Mas o insaciável ‘Mad Max’, que há semanas garantiu o tricampeonato mundial, acabou comemorando sua 18ª vitória nas 21 corridas disputadas este ano, incluídas as três nos Estados Unidos.

“Foi difícil. Tentei dar tudo de mim na largada, mas perdi a aderência. Isso nos atrasou, nos fez merecer a sanção e tive que ultrapassar muitos carros”, explicou Verstappen após o fim da corrida.

A Ferrari não soube aproveitar mais um circuito com características urbanas que teoricamente a favorecia. Seu outro piloto, o espanhol Carlos Sainz, terminou em quinto após largar da décima segunda posição devido a uma polêmica penalidade nos treinos.

O também espanhol Fernando Alonso (Aston Martin) terminou na nona colocação e o britânico Lewis Hamilton (Mercedes), único que disputava o vice-campeonato com Pérez, ficou em sétimo em uma prova que contou com inúmeras incidências desde a primeira volta.

A terceira corrida realizada na capital dos cassinos, depois das das edições de 1981 e 1982, encerrou um fim de semana que começou de forma caótica com o cancelamento dos primeiros treinos na quinta-feira devido a um esgoto mal vedado que causou sérios danos à Ferrari de Carlos Sainz.

A falta de aderência na pista fez com que não faltassem incidentes, ultrapassagens e mudanças de liderança numa prova que começou às dez da noite (horário local) e ofereceu o espetáculo pelo qual os promotores ansiavam para esta nova prova.

“Foi uma corrida muito difícil”, admitiu Pérez. “Foi bastante difícil com as rajadas de vento, o bloqueio da parte traseira. Não esperava a ultrapassagem final do Charles, ele estava a 0,7 e, depois na zona de frenagem, já estava lá. Então foi muito bom para ele e para Max”, disse.

Este problema na pista fez com que a primeira noite terminasse às quatro da manhã, sem público nas arquibancadas e com vários pilotos se solidarizando com a indignação de Sainz, que além de tudo, foi penalizado com 10 posições no grid de largada devido às modificações feitas no seu carro.

A corrida, que começou na noite de sábado (pelo horário local), crucial na estratégia da Fórmula 1 para conquistar o público americano, contou com a presença de várias celebridades como a cantora Rihanna, o ator Brad Pitt, os ex-craques David Beckham e Zlatan Ibrahimovic, além do cantor Justin Bieber, que ficou encarregado de agitar a bandeira quadriculada na linha de chegada.

Incidentes e reviravoltas

A penúltima corrida da temporada, que terminará na próxima semana em Abu Dhabi, teve um início turbulento em que Verstappen fez uma manobra agressiva por dentro, com a qual deslocou Leclerc para fora da pista para assumir o primeiro lugar.

A ação foi investigada pelos comissários, que aplicaram penalidade de cinco segundos a ‘Mad Max’.

A falta de aderência na pista fria também cobrou o seu preço na primeira volta, onde ocorreram inúmeras colisões. O espanhol Alonso rodou e bateu no carro de Valteri Bottas.

Sainz e Pérez também sofreram colisões e tiveram que passar pelos boxes na segunda volta para trocar a asa dianteira.

Na quarta veio o primeiro abandono, de Lando Norris (McLaren), que derrapou até bater no muro na curva 12, provocando a saída do safety car.

Após o reinício da corrida, Alonso, Sainz e Pérez começaram a ocupar posições na parte de trás do grupo.

O mexicano partiu direto à caça de Hamilton e, após o britânico ter um pneu furado devido a um contato com Oscar Piastri, subiu para a segunda posição atrás de Leclerc, que voltou a ser líder devido à aplicação da sanção a Verstappen.

A primeira posição rapidamente escapou de Leclerc novamente devido ao empurrão de ‘Checo’ Pérez, que assumiu a dianteira no meio da corrida.

Leclerc voltou a ultrapassá-lo, mas Verstappen, recuperado do impacto com George Russell, já estava perto da dupla e na 38ª volta assumiu uma primeira posição que não abandonou até chegar à linha de chegada cantando pelo rádio o hit de Elvis Presley “Viva Las Vegas!”.

Confira como ficou a classificação final do GP de Las Vegas

  1. Max Verstappen (HOL/Red Bull)

  2. Charles Leclerc (MON/Ferrari)

  3. Sergio Pérez (MEX/Red Bull)

  4. Esteban Ocon (FRA/Alpine)

  5. Lance Stroll (CAN/Aston Martin)

  6. Carlos Sainz (ESP/Ferrari)

  7. Lewis Hamilton (ING/Mercedes)

  8. George Russell (ING/Mercedes)

  9. Fernando Alonso (ESP/Aston Martin)

  10. Oscar Piastri (AUS/McLaren)

  11. Pierre Gasly (FRA/Alpine)

  12. Alexander Albon (TAI/Williams)

  13. Kevin Magnussen (DIN/Haas)

  14. Daniel Ricciardo (AUS/Alpha Tauri)

  15. Guanyu Zhou (CHI/Alfa Romeo)

  16. Logan Sargeant (AUS/Williams)

  17. Valtteri Bottas (FIN/Alfa Romeo)

*Yuki Tsunoda (Alpha Tauri), Niko Hulkenberg (Haas) e Lando Norris (McLaren) abandonaram a prova.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *