Fale Conosco

Notícias

Jovem morreu após sexo consensual com jogador do Corinthians, diz advogado

O advogado do meia Dimas, do sub-20 do Corinthians, se pronunciou pela primeira vez sobre a morte da jovem de 19 anos, em São Paulo.

Em entrevista exclusiva à Itatiaia, Tiago Lenoir afirmou que Dimas e a jovem começaram a conversar há cerca de um mês por meio do Instagram. Já na noite desta terça-feira (30), eles se conheceram pessoalmente em um apartamento no Tatuapé, na região Sudeste da capital paulista, onde a jovem passou mal e foi encaminhada ao hospital.

De acordo com o advogado, Dimas não é suspeito de nenhum crime e que, no apartamento onde os jovens tiveram relações sexuais, não há vestígios de droga ou bebida alcoólica.

“Quero deixar claro que o Dimas não está sendo investigado, não está em nenhuma condição de suspeito de ter cometido qualquer crime. Ele foi convidado a ir à delegacia na noite de ontem (30) para prestar esclarecimentos na condição de testemunha. Ele conheceu essa garota, mais ou menos, há uns 30 dias pelo Instagram. Eles estavam conversando por essa rede social e marcaram um encontro na manhã de ontem (30) para encontrar no final do dia. Foi a primeira vez que eles se encontraram pessoalmente”, afirmou Lenoir.

“No local, não tem nenhum vestígio de crime. Então, agora, a gente só aguarda e o Dimas permanece à disposição para prestar qualquer depoimento”, destacou.

Segundo Tiago Lenoir, o jogador do Corinthians e a jovem fizeram sexo com a utilização de preservativos, além de ter sido uma relação sexual consentida. No meio do ato, a menina teria passado mal e sido socorrida imediatamente pelo jogador corintiano.

“Eles tiveram relações sexuais consentidas e com preservativo. Logo depois dessa relação, ele percebeu que a menina tinha ‘apagado’, tinha desfalecido. Imediatamente, ele ligou para o Samu. Sob orientação do Samu, ele iniciou os primeiros socorros, fazendo uma massagem cardíaca nela. Depois, o Samu chegou muito rápido, porque a base do Tatuapé é próxima ao apartamento”, complementou Lenoir.

Apesar do rápido resgate do Samu, a garota teria morrido poucos minutos após ter sido encaminhada a um hospital de São Paulo.

“O Samu também continuou fazendo os primeiros socorros, ela retornou com os batimentos cardíacos e foi levada ao hospital. O Dimas a acompanhou dentro da ambulância, foi até o hospital. Teve outras paradas cardíacas e, 20 minutos depois, ela veio a falecer. Ele foi convidado pela polícia, obviamente, devido à morte incerta, a prestar o depoimento. Ele prestou o depoimento e foi liberado”, continuou.

“O Dimas permanece à disposição das autoridades, da polícia investigativa, para prestar qualquer depoimento complementar e tentar esclarecer isso de alguma forma. Aguardamos o resultado do exame de necropsia e o desenrolar da investigação, para esclarecer qual foi a causa da morte da garota”, ponderou o advogado de Dimas.

Defesa de Dimas explica presença de outro jogador do Corinthians

À Itatiaia, Tiago Lenoir também comentou sobre o fato de um outro jogador do Corinthians, mas menor de idade, ser testemunha do caso. Conforme a defesa, o menino foi até o apartamento para pegar um carregador de celular para Dimas, que já estava no hospital com a jovem.

“Eles estavam sozinhos o tempo todo. Esse outro jogador é um menor, ele só foi ao apartamento para pegar um carregador de celular e levar para o Dimas no hospital. Quando ele [Dimas] chegou lá, estava até sem camisa. Ele pediu um carregador e o amigo levou. Como ele [o outro jogador do Corinthians] chegou lá e a polícia viu, e ele esteve no local onde ela passou mal, ele também prestou depoimento e foi liberado”, detalhou.

“Cabe à polícia analisar todas as circunstâncias que envolvem uma morte de alguém, uma morte desconhecida. A polícia está no papel dela de investigar e nós aguardamos os resultados dessas investigações”, encerrou o advogado.

Futuro do Dimas

Segundo Tiago, Dimas está muito abalado com a morte da garota e já tinha passagem comprada para passar férias em outro local.

“Ele está extremamente abalado com todas as circunstâncias. A gente aguarda o desenrolar das investigações. Ele não tem residência em Minas, a residência dele é em São Paulo. O fato aconteceu ontem à noite, creio que não há nenhum motivo para afastar ele. Ele está de férias, porque é um atleta do sub-20. Inclusive, estava com uma passagem comprada para a casa dele num voo às 23h, mas o fato aconteceu antes e ele perdeu o voo. Já estava pronto para gozar das suas férias”, disse.

“A família da garota acompanhou tudo na delegacia e também está muito abalada com tudo isso. A do Dimas também, obviamente. É uma jovem que faleceu e nós ficamos bastante consternados”, encerrou.

Quem é Dimas?

O meia Dimas, de 18 anos, integra a equipe sub-20 do Corinthians desde abril de 2023. No ano passado, ele fez 12 jogos pelo clube. O vínculo do jogador com o Timão vai até 31 de janeiro de 2025.

Caso queira comprar 50% dos direitos de Dimas após o empréstimo, o Corinthians terá de desembolsar R$ 1,5 milhão.

Acompanhe a CNN Esportes em todas as plataformas

Este conteúdo foi criado originalmente em Itatiaia.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *