Fale Conosco

Notícias

Nadal tem azar e estreará contra Zverev em Roland Garros

Nadal e Zverev se enfrentaram apenas uma vez em Roland Garros, há dois anos. Na ocasião, a partida não chegou ao fim

Cada vez mais perto de sua despedida, Rafael Nadal não deu sorte no sorteio da chave de simples de Roland Garros, nesta quinta-feira, em Paris. O tenista espanhol vai encarar logo na estreia o alemão Alexander Zverev, um dos melhores do mundo na atualidade. O dono de 14 títulos no Grand Slam francês pode fazer sua última participação na capital francesa.

O “azar” no sorteio se deve à posição atual de Nadal no ranking da ATP. Ele figura no modesto 276º lugar por disputar poucas competições nos últimos 12 meses, devido a uma série de problemas físicos. O espanhol só conseguiu entrar na chave por usar o recurso do “ranking protegido”, que ajuda os tenistas a disputar as competições de primeiro nível após problemas físicos


– Continua após a publicidade –

O “ranking protegido”, contudo, não dá o direito de o atleta ser cabeça de chave, situação em que os tenistas evitam rivais de maior peso nas primeiras rodadas. Assim, Nadal acabou cruzando na estreia logo contra o atual número quatro do mundo, que acabou de ser campeão do Masters 1000 de Roma, no fim de semana passado.

No retrospecto entre os tenistas, Nadal leva vantagem, com sete vitórias e três derrotas. No saibro, o espanhol perdeu apenas uma vez para Zverev, em 2021, quando o espanhol já vinha sofrendo com os frequentes problemas físicos. Apesar do histórico, o alemão será o favorito na semana que vem, em Paris.

Nadal e Zverev se enfrentaram apenas uma vez em Roland Garros, há dois anos. Na ocasião, a partida não chegou ao fim. O alemão abandonou no segundo set, na semifinal, ao levar um tombo em quadra, o que causou o rompimento de ligamentos do seu tornozelo direito. A lesão encerrara de forma precoce a temporada de Zverev, que só conseguiu voltar às quadras no início de 2023.

Se conseguir superar o alemão na rodada de abertura, Nadal teria, ao menos em tese, adversários mais fáceis nas partidas seguintes: o belga David Goffin, na segunda rodada, e o holandês Tallon Griekspoor ou o americano Mackenzie McDonald, na terceira A partir das oitavas de final, o nível subiria, com o dinamarquês Holger Rune ou o russo Karen Khachanov.

Com dificuldades para se manter no circuito nos últimos dois anos, Nadal já avisou que esta deve ser sua última temporada entre os profissionais. O espanhol, porém, ainda não apresentou uma data para sua despedida. Em Paris, é possível que faça sua última participação. Ele poderá jogar ainda mais uma vez no complexo de Roland Garros se conseguir se classificar para a Olimpíada de Paris-2024. Os jogos de tênis serão disputados justamente no saibro do Grand Slam.

Brasileiros

Beatriz Haddad Maia e Thiago Wild, garantidos de forma antecipada na chave principal de Roland Garros, também conheceram seus adversários de estreia nesta quinta. A brasileira vai enfrentar a italiana Elisabetta Cocciaretto, atual 52ª do mundo, mas que já foi a 29ª. E Wild vai rever o francês Gael Monfils, 38º do ranking.

Se confirmar o favoritismo na estreia, a 13ª cabeça de chave poderá cruzar com a espanhola Cristina Bucsa. Na terceira rodada, Bia poderá reencontrar a russa Liudmila Samsonova, de quem sofreu dura derrota nesta quinta, em Estrasburgo, também na França. A brasileira vai defender os pontos de sua campanha histórica do ano passado, quando atingiu a semifinal, seu melhor resultado num Grand Slam até agora.

Wild, por sua vez, pode ter adversários mais complicados pela frente. Após a estreia, o brasileiro poderá rever o italiano Lorenzo Musetti, a quem venceu em Madri, neste mês. Na terceira rodada, porém, há um possível duelo com o sérvio Novak Djokovic, atual número 1 do mundo. Com informações Agência Estado

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *