Fale Conosco

Notícias

No aniversário de Ribeirão Preto, Botafogo vence a Ponte Preta, emplaca a 3ª vitória consecutiva e sobe na tabela

No aniversário de Ribeirão Preto, Botafogo vence a Ponte Preta, emplaca a 3ª vitória consecutiva e sobe na tabela

Agência Botafogo
[email protected]

No dia do aniversário de 168 anos de Ribeirão Preto, o Botafogo, o Orgulho de Ribeirão, deu um grande presente para a cidade. Nesta quarta-feira (19), o Tricolor venceu a Ponte Preta por 2 a 0, no Estádio Santa Cruz/Arena Nicnet, pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Os gols botafoguenses foram marcados por Matheus Barbosa, aos 9 minutos do segundo tempo, e Patrick Brey, aos 46 minutos.

Com a vitória, a terceira consecutiva, o Pantera subiu para a 12ª colocação com 13 pontos –cinco a menos do que o Goiás, sexto colocado, que tem um jogo a mais.

Com o terceiro triunfo seguido, o time comandado por Paulo Gomes atinge sua melhor sequência da temporada. Até então, o melhor desempenho tinha sido duas vitórias.

Agora, o Botafogo volta a campo no sábado (22), às 17h, quando enfrenta o Operário no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, pela 12ª rodada da Série B.

O JOGO

Com o objetivo de conquistar a terceira vitória consecutiva na Série B do Campeonato Brasileiro, o treinador Paulo Gomes optou por repetir a escalação do triunfo sobre o Vila Nova-GO por 1 a 0, no último domingo.

Assim, o lateral esquerdo Jean Victor, autor do gol diante dos goianos, foi mantido como titular na equipe botafoguense.

No início do jogo, a Ponte Preta procurou valorizar a bola, enquanto o Tricolor apostava nas jogadas em velocidade. A primeira chance foi do time de Campinas. Aos 8 minutos, Jeh recebeu pela esquerda, se livrou da marcação e concluiu para fora.

Após os dez minutos, o Tricolor chegou três vezes com perigo. Numa delas, Douglas Baggio arrancou pela direita e passou para Alex Sandro, que enfiou para Negueba. O camisa nove recebeu de volta e finalizou para fora. Logo depois, Gustavo Bochecha dominou na intermediária, girou e chutou. A bola desviou na zaga e saiu. Aos 13, após cobrança de escanteio ensaiada, Alex Sandro bateu da entrada da área e mandou por cima do travessão.

Aos 24 minutos, Renato, da Ponte Preta, arriscou e João Carlos fez boa defesa. Logo depois, Iago Dias, dentro da área, concluiu para fora.

Na reta final da etapa inicial, o Pantera voltou a controlar a partida. Aos 40 minutos, Douglas Baggio cobrou escanteio, Fábio Sanches desviou na primeira trave e Lucas Dias passou da bola. Dois minutos depois, Alex Sandro tentou outro arremete, no entanto, Pedro Rocha defendeu.

No segundo tempo, o Botafogo voltou mais agressivo e foi premiado com o gol. Aos 9 minutos, após uma boa troca de passes, Gustavo Bochecha enfiou de letra para Alex Sandro, que girou e concluiu para defesa parcial de Pedro Rocha. No rebote, Matheus Barbosa cavou para tirar do goleiro e dos defensores e mandar para a rede.

Perdendo a partida, a Ponte Preta teve que sair para o jogo e assustou em cruzamento de Jeh e corte de Wallison e chute de Dudu Vieira defendido por João Costa.

Já o Tricolor mantinha o ritmo e criou boas chances de ampliar. Aos 26 minutos, Matheus Barbosa fez boa jogada individual, tabelou com Toró, passou pela marcação e bateu na saída de Pedro Rocha, que defendeu com os pés. Na cobrança de escanteio de Douglas Baggio, Matheus Costa cabeceou no travessão.

Matheus Costa e Toró entraram durante a etapa complementar, assim como Bernardo Schappo, Patrick Brey, Fillipe Soutto e Leandro Pereira.

Toró ainda fez boa jogada pela direita e cruzou, no entanto, a bola passou por toda a grande área. Aos 46, o atacante repetiu o lance pelo lado esquerdo e cruzou, mas Pedro Rocha cortou. Ele ainda ficou com a sobra e rolou para Patrick Brey encher o pé e fechar o placar: 2 a 0.

CONFIRA A FICHA TÉCNICA DE BOTAFOGO X PONTE PRETA
LOCAL: Estádio Santa Cruz/Arena Nicnet
COMPETIÇÃO: 11ª Rodada da Série B do Brasileiro
DATA: 19/06/2024
HORÁRIO: 21h
ÁRBITRO: Bruno Pereira Vasconcelos (BA)
ASSISTENTES: Patricia dos Reis do Nascimento (BA) e Luís Filipe Gonçalves Corrêa
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
CARTÕES AMARELOS: Elvis, Emerson Santos, Igor Inocêncio, Iago Dias e Jeh (Ponte Preta); Emerson Negueba, Leandro Pereira, Lucas Dias, Matheus Costa e Wallison (Botafogo)
CARTÕES VERMELHOS:
GOLS: Matheus Barbosa, aos 9 minutos do segundo tempo (Botafogo); Patrick Brey, aos 46 minutos do segundo tempo (Botafogo)
PÚBLICO: 2.681
RENDA: R$ 36.425,00
BOTAFOGO: João Carlos; Wallison, Lucas Dias (Bernardo Schappo) e Fábio Sanches; Jean Victor (Patrick Brey); João Costa, Gustavo Bochecha (Matheus Costa) e Matheus Barbosa (Fillipe Soutto); Douglas Baggio, Alex Sandro (Leandro Pereira) e Emerson Negueba (Toró). Treinador: Paulo Gomes
PONTE PRETA: Pedro Rocha; Igor Inocêncio, Sérgio Raphael, Castro e Gabriel Risso (Zé Mário); Emerson Santos (Dudu Vieira), Ramon (Guilherme Beléa), Dodô e Elvis (Matheus Régis); Renato (Iago Dias) e Jeferson Jeh. Treinador: Nelsinho Baptista

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *