Fale Conosco

Notícias

No Ceará, Lula entrega moradias que estavam paradas e anuncia obras em Educação — Agência Gov

Obras de 416 residências que deveriam ter sido concluídas em 2018. Presidente também anuncia investimentos em universidades federais, hospitais universitários e instituto de tecnologia

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva inaugura nesta quinta (20) 416 unidades residenciais do conjunto habitacional Cidade Jardim, em Fortaleza, dentro do programa Minha Casa, Minha Vida. As primeiras unidades desse residencial foram entregues em 2014, durante o mandato de Dilma Rousseff. Um segundo módulo foi entregue em 2019, quando o atual ministro da Educação, Camilo Santana, era governador do Ceará. Mas, depois disso, as obras foram interrompidas.

“Poderia ter sido inaugurado. Faltavam apenas 2% para terminar e simplesmente não foi feito nada”, comentou o presidente, em entrevista à rádio Verdinha, no início da tarde. Lula explicou que uma das prioridades de seu terceiro mandato é concluir obras abandonadas pelos dois governos anteriores. No conjunto Cidade Jardim moram aproximadamente 13 mil pessoas em 3.824 apartamentos já entregues.

Outra agenda do presidente na capital do Ceará é o anúncio de investimentos para instituições federais do Ceará, com foco na melhoria da educação e da saúde no estado. Ao todo, serão R$ 778,9 milhões voltados para expansão e consolidação de instituições federais de ensino e da saúde no Ceará. Os investimentos contemplam ainda a consolidação de hospitais universitários ligados a essas instituições.

“Quando eu cheguei à Presidência em 2003, o Ceará tinha cinco institutos de tecnologia. Quando eu deixar a Presidência agora, terá 40. Porque nós acreditamos que somente a Educação pode salvar e transformar este país em um país altamente desenvolvido, competitivo e capaz de disputar com qualquer outro país, em se tratando de tecnologia”, afirmou o presidente, em entrevista à jornalista Jéssica Wellman.

lula_verdinha.jpeg

Reprodução/YT

Ensino superior

Com anúncio de investimentos para as instituições de ensino, serão beneficiadas a Universidade Federal do Ceará (UFC), a Universidade Federal do Cariri (UFCA), a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Na ocasião, serão lançadas as pedras fundamentais do novo Hospital Universitário da UFC e do Hospital Universitário do Cariri (UFCA), do Campus Iracema da UFC em Fortaleza, do campus da Unilab em Baturité e de quatro novos campi do IFCE, dois em Fortaleza (Messejana e São Gerardo), e os outros dois nos municípios de Mauriti e Campos Sales.

NOVO PAC – Por meio do novo Programa de Aceleração do Crescimento (Novo PAC), o Governo Federal investirá, em expansão e consolidação no Ceará, R$ 189 milhões para universidades federais, R$ 316,4 milhões para hospitais universitários e R$ 190,3 milhões para o IFCE. Além disso, outros R$ 83,2 milhões para instituições federais de ensino e saúde no Ceará são contrapartida do estado e dos municípios.

UFC – Com isso, está previsto um investimento de R$ 195,8 milhões para a expansão da Universidade Federal do Ceará (UFC), que serão direcionados para a construção do Hospital Universitário da UFC; do Campus Iracema, em Fortaleza (CE); e das novas Instalações da Maternidade Escola Assis Chateaubriand (Meac-UFC).

Para a consolidação dos campi da UFC em Crateús, Quixadá, Russas, Sobral e Itapajé, serão autorizadas licitações para a construção de:

  • Novo Bloco do curso de Odontologia do Campus Crateús;
  • Bloco Didático no Campus de Quixadá;
  • Novo Prédio do Curso de Medicina do Campus de Russas;
  • Restauração do Prédio da Biblioteca e da Quadra Poliesportiva do Campus de Sobral;
  • Quadra Poliesportiva do Campus de Itapajé.

UFCA – A Universidade Federal do Cariri (UFCA) terá um novo Hospital Universitário, além de recursos para consolidação da UFCA em Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Brejo Santo e Icó, que inclui a construção de:

  • Novo Hospital Veterinário no Campus do Crato;
  • Restaurante Universitário no Campus do Juazeiro do Norte;
  • Novo Bloco Acadêmico para o Campus de Barbalha;
  • Nova Biblioteca Central para o Campus de Juazeiro do Norte;
  • Novo Bloco Acadêmico para o Campus de Brejo Santo;
  • Novo Bloco Acadêmico para o Campus de Icó.

Para o hospital universitário da UFCA, que terá sua pedra fundamental lançada na cerimônia de anúncio, está previsto um investimento de R$ 200 milhões. Já a consolidação da Universidade, a previsão é do governo investir R$ 34,5 milhões.

Leia também
Lula sobre entregas de educação e habitação no Ceará: “Agora é a época da colheita”

UNILAB – A Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) ganhará um novo campus, que será construído no município Baturité. Além disso, receberá recursos para o campus das Auroras, no município de Redenção, que inclui:

  • Obras de urbanização dos prédios acadêmicos;
  • Conclusão de implantação de Novos Laboratórios e novas Salas de aulas;
  • Conclusão das obras de construção da Residências Universitárias no Campus;
  • Construção de Novo Ginásio Poliesportivo.

Os investimentos para a Unilab totalizam R$ 75,2 milhões. Além disso, a universidade também receberá a autorização para realização do curso de Medicina.

IFCE – Com investimento de mais de R$ 150 milhões, o Instituto Federal do Ceará (IFCE) receberá seis novos campi, a serem construídos nos bairros de Messejana e São Gerardo, em Fortaleza, e nos municípios de Mauriti, Campos Sales, Lavras da Mangabeira e Cascavel. A meta é gerar 8,4 mil vagas de educação profissional e tecnológica.

Durante o evento, o IFCE campus São Gerardo receberá autorização de funcionamento para o primeiro semestre de 2025. Além disso, será anunciado o investimento de R$ 17,4 milhões para construção de restaurantes estudantis em 12 campi do IFCE: Acaraú, Acopiara, Aracati, Boa Viagem, Canindé, Itapipoca, Jaguaribe, Limoeiro do Norte, Maranguape, Quixadá, Tabuleiro do Norte e Tauá. Também há a previsão de mais R$ 15,3 milhões para outros nove restaurantes estudantis (Baturité, Camocim, Caucaia, Guaramiranga, Horizonte, Morada Nova, Paracuru, Tianguá e Ubajara. Outros investimentos previstos são de R$ 4,5 milhões para a construção de três bibliotecas do IFCE, e R$ 3,1 milhões para obras.

Com informações do Planalto

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *