Fale Conosco

Notícias

Nutico sofre com desfalques perde para a Ferroviria e conhece primeira derrota na Srie C

<i>(Foto: Thiago Toledo/Ferrovi

A missão do Timbu – e do técnico Mazola Júnior – não era nada fácil. Com a ausência de cinco titulares, o Náutico foi derrotado pela Ferroviária por 2 a 1, neste domingo (12), na Fonte Luminosa, pela quarta rodada da Série C do Campeonato Brasil. Os gols foram marcados por Juninho e Pedro Paulo para a Locomotiva, e Thalissinho descontou para o Timbu. O resultado evidencia uma necessidade do Alvirrubro ter um elenco mais homogêneo, que pode ser resolvido com reforços.

Com o resultado, o Náutico se mantém com os quatros pontos, na 10º colocação, fora do grupo de classificação à próxima fase. O próximo desafio do Timbu será contra o Volta Redonda, no sábado (18), às 17h, no estádio Raulino de Oliveira. Já a Ferroviária subiu para a terceira posição, com oito pontos. O resultado positivo ampliou sua sequência para 16 jogos sem perder como mandante. No mesmo dia, a Locomotiva encara o Confiança, às 19h30, novamente na Fonte Luminosa.

O JOGO

O Náutico sofreu com uma série de desfalques, incluindo o goleiro Vagner, os zagueiros Joécio e Rafael Vaz e os atacantes Paulo Sérgio e Cléo Silva. Isso fez com que Bruno Mezenga e Marco Antônio – recém contratado -, Jeferson Romário, Guilherme Matos e Thiago Lopes ganhassem uma chance como titulares. 

Antes da bola rolar, o Náutico fez uma homenagem ao povo e aos clubes gaúchos que vem sofrendo com as enchentes no Rio Grande do Sul. Cada jogador entrou com uma camisa branca, no meio estava estampado o escudo de um clube gaúcho. Vale lembrar, que no sábado (11), atletas da base do Timbu também promoveram ação em solidariedade ao povo gaúcho.

Com uma postura agressiva, a Ferroviária controlou as principais ações do primeiro tempo. Logo, aos dois minutos, após cruzamento de Lucas Rodrigues pela direita, o centroavante Carlão cabeceou a bola que explodiu o travessão. O Náutico, por sua vez, apresentava dificuldades de chegar no setor ofensivo.

Ambas as equipes apostavam num jogo de  fazer ligações diretas, porém sem efetividade. Até que, aos 28 minutos, em jogada individual, Juninho driblou o marcador e finalizou de fora da área, sem chances para o goleiro Jefferson Romário. Apesar da abertura do placar, a tônica da partida seguiu a mesma – Locomotiva assumindo o protagonismo em casa – enquanto o Timbu tentava explorar a velocidade no contra-ataque.

No segundo tempo, a Ferroviária entrou com uma postura de controlar a posse de bola no campo ofensivo. Além disso, a equipe paulista apostava nas finalizações de fora da área. Em busca de ampliar o marcador, o centroavante Carlão perdeu duas boas oportunidades, em ambas as oportunidades sendo parado pelo goleiro Jefferson Romário.

Em busca da igualdade no placar, o técnico Mazola Júnior promoveu modificações no sistema ofensivo. Com isso, o Timbu começou a empurrar a Locomotiva para o campo defensivo. De forma desorganizada, o Alvirrubro se lançava ao campo de ataque e conseguia empilhar uma sequência de escanteios. Mas, sem transformar o “abafa” em lance de perigo. Enquanto, a Ferroviária busca cadenciar o jogo e administrar o resultado. 

Quando a partida ia se encaminhando para o final, aos 49 minutos, após um contra-ataque rápido, Andrey chega na linha de fundo e cruza para Thalissinho, livre de marcação, cabecear para o fundo das redes. Se engana quem pensou que o placar estava definido. Numa espécie de resposta imediata, aos 52 minutos, após a cobrança de escanteio de Igor Fernandes, Ricardinho cabeceou e Pedro Paulo apareceu para completar para o fundo das redes dando números finais ao duelo.

 

FICHA DA PARTIDA:

FERROVIÁRIA 2

Saulo, Lucas Rodrigues (Everton), Gustavo Medina, Jackson, Igor Fernandes, Ricardinho, Zé Mateus (Fernando Boldrin), Xavier, Juninho (Cauã Aguiar) , Carlão (Pedro Paulo) e Vitor Barreto (Victor Andrade). Técnico: Vinicius Bergantin.

NÁUTICO 1

Jefferson Paulino; Arnaldo (Leandro Kauã), Marco Carvalho, Guilherme Matos e Diego Matos; Sousa, Marco Antônio (Patrick Allan), Wendell Lessa (Andrey); Gustavo Maia (Thalissinho), Thiago Lopes (Leandro Barcia) e Bruno Mezenga. Técnico: Mazola Júnior.

Local: Estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara-SP

Horário: 16h30

Árbitro: Paulo Henrique Salmazio (MS)

Assistentes: Leandro dos Santos Ruberdo (MS) e Diego dos Santos Ruberdo (ambos do MS).

Cartões amarelos: Bruno Mezenga, Arnaldo, Andrey, Guilherme Matos (N); Lucas Rodrigues (F)

Gols: Juninho, aos 28/2T e Pedro Paulo, aos 52/2T (F); Thalissinho 49/2T (N)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *