Fale Conosco

Notícias

Olimpíadas Matific 2024 reúne cerca de 12 mil alunos da rede municipal de ensino de Guarapuava

A partir desta segunda-feira (20 de maio), a Secretaria Municipal de Educação (SME), em parceria com a Plataforma Matific, realiza as Olimpíadas de Matemática Matific em todas as escolas municipais da rede. Cerca de 12 mil alunos participam da competição que desperta o amor pelo universo matemático e constrói habilidades e competências, por meio do aprendizado saudável e divertido. 

A Olimpíada de Matemática Matific é a maior competição on-line de matemática do mundo e será realizada até sexta-feira (25).

“O ensino da matemática é um dos principais desafios da educação. Então, precisamos de ações transformadoras que garantam um futuro promissor para os alunos. A gamificação é uma ferramenta muito poderosa para o aprendizado lúdico e competitivo, contextualizado e mapeado. Ela torna a matemática mais leve, saudável e eficaz. Estamos fazendo o melhor para nossos alunos, isso é visível nos olhos deles”, sublinhou a Secretária de Educação, Rejane Corrêa da Luz.

A plataforma Matific foi desenvolvida para ajudar os alunos a alcançar o domínio da matemática por meio da abordagem de solução de problemas, oferecendo atividades que são alinhadas à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e aos principais livros didáticos. Além disso, a ferramenta oferece dados sobre lacunas de aprendizado, áreas de excelência e relatórios personalizados para as equipes administrativas e pedagógicas. 

“A Olimpíada Matific é uma competição divertida que aprofunda o conhecimento e que rendeu bons resultados no ano anterior. A plataforma tem um impacto positivo na qualidade do nosso ensino e a gamificação em matemática é incrível, porque ela proporciona muito conhecimento, protagonismo e alegria às crianças. Nossos alunos amam matemática e a Matific é a ferramenta perfeita para que eles desenvolvam ainda mais essas habilidades. A tecnologia é uma grande aliada na educação guarapuavana, porque possibilita que os alunos sejam desafiados na solução de problemas e funcione como um auxílio no desenvolvimento lógico e pensamento crítico”, destacou a Diretora do Departamento de Tecnologia Educacional da SME, Jessica Kiczevi. 

A meta dos alunos na Olimpíada Matific é conquistar 250 estrelas. De acordo com o desempenho, os estudantes são classificados e recebem moedas para utilizar dentro da plataforma:

100% das atividades concluídas (Certificado Rubi): 1000 Moedas

75% a 99,99% (Certificado Platina): 500 Moedas

50% a 74,99% (Certificado Ouro): 250 Moedas

25% a 49,99% (Certificado Prata): 150 Moedas

Até 24,99% (Certificado Bronze): 100 Moedas

Em 2023, com cinco escolas entre as 100 melhores do País, Guarapuava se destacou na Olimpíada Matific. As escola municipais Professora Elcidia de Santa Maria Pereira (4°),  Iná Ribas Carli (19°),  Ariel José Pires (40°),  Padre Estanislau Cebula (78°) e Professor Ruy Virmond Marques (97°) representaram o Município no ranking. Neste ano, a expectativa é ainda maior. 

“As crianças estão bem comprometidas e os pais também. Eu me programo bastante para essa semana. Querendo ou não, a motivação dos professores influencia muito nessa questão das crianças. Eles dependem de nós. Se a gente não tiver motivação, os alunos também não terão. A parceria entre escola e família é muito importante, principalmente na questão das Olimpíadas, porque as crianças precisam estar calmas e preparadas, sabendo que independentemente do resultado, elas são um orgulho para nós”, relatou a professora de Tecnologia Educacional, Raryane Holmann.

Desde a última semana, a Escola Municipal Professora Carlita Guimarães Pupo entrou no clima de disputa. Toda a unidade foi decorada em preto e laranja, cores da plataforma Matific, e os alunos tiveram semanas de preparação para a tão esperada competição. Nesta segunda-feira (20), diversas turmas participaram da Olimpíada de Matemática Matific. 

“Eu acho muito legal, porque eu posso aprender matemática de um jeito mais divertido, jogando pelo computador. Eu estou indo muito bem nos jogos do Matific e estou gostando bastante”, contou a aluna Maria Isabella dos Santos.

“Eu gostei muito desse jogo. Para quem gosta muito de matemática ou para aprender mais, é muito conveniente esse jogo. Porque quanto mais vai subindo de fase, ficam mais difíceis as continhas. O meu está fácil, porque eu estou voltando para as fases que eu não completei, mas o Matific é muito legal”, finalizou Asher David Bermudes Blanco. 

O resultado da competição será divulgado no dia 31 de maio.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *